Notícias

Posted by ComunicaINATAA, With 0 Comments, Category: Notícias,

No final do ano, cresce o número de animais abandonados nas ruas

Com a proximidade das férias, surgem as viagens de fim de ano e o aumento no índice de abandono de animais de estimação chega a dobrar em diversas regiões do País.

É horrível pensar que em pleno século XXI as pessoas ainda não encaram os animais como seres vivos que precisam de abrigo, proteção e carinho.
Dentre as principais causas de abandono, estão a compra irresponsável, problemas de adaptação do animal e desconhecimento das necessidades dos bichinhos por parte das famílias que os adotam.

Uma outra séria questão está relacionada às ninhadas não desejadas que podem acontecer em cadelas não castradas, acentuando ainda mais a importância da castração. Quando uma cadelinha tem muitos filhotes, às vezes os donos, na ânsia de se livrar de tantos bichinhos, acabam os vendendo ou doando para quem não tem consciência dos cuidados necessários para cuidar devidamente do animal. Ou então, cães são dados “de presente” em datas comemorativas para famílias despreparadas e sem estrutura para cuidar deles da maneira correta.

Quando abandonados, as consequências trazidas aos animais podem ser desastrosas. Primeiro, como muitos nunca saíram de casa soltos, a probabilidade de acidentes e atropelamentos é grande. Segundo, a falta de boa alimentação pode causar a desnutrição desse animal e até levar a consequências piores. Além disso, a falta do lar e do dono faz com que o animal fique assustado e inseguro, podendo até se tornar agressivo.

É importante que cada pessoa faça sua parte no momento de conscientizar amigos e familiares sobre esse quadro. Denunciar práticas como abandono e maus-tratos é fundamental. Diversas Ongs ao redor do Brasil trabalham para conscientizar a população sobre a importância da guarda responsável e combatem o comércio abusivo de animais, principalmente no Natal, a fim de evitar o abandono nesta época do ano.

Se você conhece alguém que tem interesse em adotar um animal, oriente-o quanto à raça que pode se adaptar melhor com sua rotina e espaço que será oferecido ao cão para verificar se poderá fornecer todas as necessidades que o animal precisa.

Deixe uma resposta